A campeã olímpica Rosa Mota voltou hoje a bater o recorde do mundo da meia-maratona para atletas entre os 65 e 69 anos, na cidade espanhola de Barcelona, ao correr os 21,097 quilómetros em 1:24.27 horas.

Rosa Mota, de 65 anos, campeã olímpica da maratona em Seul1988, na Coreia do Sul, e bronze em Los Angeles1984, nos Estados Unidos, já era a detentora do recorde, mas hoje melhorou a marca de 1:25.52 horas, que tinha conseguido em outubro em Valência.

A atleta, tida como a maior maratonista portuguesa de todos os tempos, além do título olímpico na capital coreana, sagrou-se ainda campeã mundial da maratona em Roma (1987) e europeia em Atenas (1982), Estugarda (1986) e Split (1990).

Do seu palmarés, constam os triunfos nas maratonas de Roterdão (1983), Chicago (1983 e 1984), Tóquio (1986), Boston (1987, 1988 e 1990), Osaca (1990) e Londres (1991). Foi ainda vice-campeã mundial de estrada (15 km) em 1984 e 1986.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.