O português Rui Pedro Silva e o espanhol Alejandro Rivera são os favoritos ao triunfo na 26.ª edição da corrida São Silvestre do Porto, que reunirá 11.500 participantes de 42 nacionalidades em 29 de dezembro.

"É a melhor São Silvestre do país e corrê-la é uma paixão. Nos últimos anos entrei sempre com o intuito de vencer, e fechar o ano com uma vitória ou uma ida ao pódio era muito bom", apontou o atleta do Sporting, à margem da conferência de antevisão da prova.

Além de Rui Pedro Silva, vencedor de oito edições, seis das quais de forma consecutiva, destacam-se na elite masculina o espanhol Alejandro Rivera, do Ourense, e o fundista brasileiro Paulo Paula, da Associação Run Tejo.

Na tabela feminina, Mónica Silva, Sara Carvalho (Grecas) e Sara Pinho (São Salvador do Campo) surgem como candidatas à vitória final na São Silvestre mais participada do país, dispersa por algumas artérias portuenses emblemáticas, nomeadamente a Avenida dos Aliados, que acolhe a partida e a chegada.

Além da corrida de 10 quilómetros, cujas inscrições estão esgotadas, o evento terá ainda uma caminhada de 5.000 metros, sem fins competitivos e com vertente solidária, justificada por uma recolha de alimentos para a entidade social Legião da Boa Vontade.

Unindo as duas provas, que arrancam às 18:00, a organização prevê colocar quase 17.000 corredores nas ruas da 'Invicta', enquanto deposita confiança na concretização de um novo recorde de finalizadores, acima dos 10.880 registados em 2015.

"Vários milhares de pessoas inscrevem-se nesta corrida, porque é a única que fazem durante todo o ano. Alguns estrangeiros vêm ao Porto de propósito só por causa disto. Temos aqui um evento notável e familiar, do qual me orgulho bastante de dirigir desde a primeira hora", salientou Jorge Teixeira, diretor-geral da Runporto.

Impressionado com a dimensão e alcance crescentes, o dirigente encara a São Silvestre como a "melhor maneira" de celebrar a transição entre a quadra natalícia e a passagem de ano, bem como o empenho vincado pela empresa nortenha em 2019.

"Este ano teremos quase 70.000 pessoas ao longo de quatro eventos na cidade do Porto: 22.000 na Corrida da Mulher, 15.000 na meia maratona, 15.000 na maratona e 17.000 na São Silvestre. São números absolutamente extraordinários, com os quais sempre sonhei, mas que serão para consolidar e aumentar de forma sustentada", afiançou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.