Kevin Love, campeão pelos Cleveland Cavaliers em 2016 e duas vezes eleito para a melhor equipa da temporada, admitiu há dois anos que sofria de depressão, numa carta que escreveu ao 'The Players Tribune'. O ala-pivô concedeu agora uma entrevista ao programa "In Depth With Graham Bensigner", na qual revelou que chegou a pensar no suicídio.

"O futuro começou a deixar de fazer sentido. E quando perdes a esperança, a única coisa que pensas é 'o que posso fazer para que esta dor desapareça?' Penso que não tenho de dizer muito mais sobre isso. Quando se chega a esse ponto, e dia após dia é o mesmo, os pensamentos suicidas aparecem. E começa-se a planear qual seria a rota que se tomaria. Esses foram momentos realmente assustadores na minha vida", contou.

"Eu sei que é assustador pensar em tirar a própria vida, mas é algo que me passou pela cabeça com muita frequência. Tinha várias maneiras pensadas. Felizmente, não tentei matar-me. Aprendi que nada nos assombra como as coisas que não dizemos. Por isso, não falar é mais prejudicial. O mais importante e útil para mim foi expor os meus medos", revelou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.