As campeãs Los Angeles Sparks e as ‘vice’ Minnesota Lynx qualificaram-se domingo para a final dos ‘play-offs’ da Liga norte-americana feminina de basquetebol (WNBA), reeditando 2016, ao ‘varrerem’ as respetivas meias-finais.

Em Phoenix, um lançamento de Candace Parker (21 pontos e 11 assistências), a 2,9 segundos do final permitiu às Sparks vencerem as Mercury por 89-87 e selarem o terceiro triunfo na eliminatória, após dois em casa (79-66 e 86-72).

Odyssey Sims, com 22 pontos – nove em 12 nos ‘tiros’ de campo – e Chelsea Gray, com 12 pontos, também se destacaram nas Sparks, que vão disputar a segunda final consecutiva e quinta da sua história.

As Mercury ainda empataram o jogo a 87, com um ‘triplo’ de Diana Taurasi, mas, depois do cesto de Parker, a ‘gigante’ Brittney Griner falhou em ‘cima da buzina’.

Na outra meia-final, as Lynx venceram o terceiro jogo por 81-70, após triunfos caseiros por 101-81 e 93-83, com grandes exibições de Maya Moore (21 pontos) e Sylvia Fowles (17 pontos e 14 ressaltos).

Seimone Augustus, com 18 pontos, foi igualmente determinante na Vitória em Washington, que selou a terceira final consecutiva e sexta nas últimas sete épocas das Lynx.

Nas Mystics, que chegaram à primeira meia-final desde 2002, a melhor foi Elena Delle Done, com 15 pontos.

A final, à melhor de cinco encontros, arranca no domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.