O treinador sportinguista, Pedro Nuno Monteiro, disse hoje que espera um 'clássico' "diferente" na Taça Hugo dos Santos de basquetebol, comparativamente à vitória portista no campeonato (91-89), enquanto Fernando Sá, técnico do FC Porto, pede "controlo das emoções".

O Sporting, atual detentor do troféu, defronta, na primeira meia-final da Taça Hugo dos Santos, a realizar-se no sábado, uma equipa do FC Porto na liderança da Liga portuguesa, na qual os comandados de Fernando Sá já bateram os 'leões', em 19 de novembro de 2022, mas Pedro Nuno Monteiro acredita num desfecho diferente para o próximo encontro.

"O jogo foi realizado há cerca de um mês [19 de novembro de 2022], o FC Porto evoluiu, o Sporting também evoluiu e, sendo as mesmas equipas, há coisas novas. É uma situação diferente, é um jogo a eliminar. No campeonato, perdemos por dois, podíamos ter ganho, falhámos dois lançamentos a acabar o jogo: o de três pontos e, de seguida, o de dois, após ganharmos o ressalto ofensivo. A nossa ambição é ganhar para estar na final do troféu, que, neste momento, é nosso", lembrou, no âmbito da conferência de imprensa de antevisão da 14.ª edição da Taça Hugo dos Santos.

O base leonino Diogo Ventura disse que o jogo se irá "decidir nos detalhes", face ao conhecimento mútuo do jogo das duas formações, e pediu aos colegas comprometimento defensivo e comunicação para que possam atingir a final.

Já do lado dos 'azuis e brancos', Fernando Sá, que poderá conquistar o seu primeiro troféu ao serviço do FC Porto, considera todas as equipas "preparadas" para encarar um torneio "especial", jogado de forma inédita em Gondomar, de onde o treinador é natural, esperando que o aspeto mental tenha um papel importante.

"Ganhar o prémio é a ambição de todos nós, estamos preparados para isso. Já nos conhecemos todos bem e acho que o controlo das emoções vai ser fundamental no desfecho dos jogos. Estou confiante nos meus atletas e de que as coisas vão correr bem. [...] Os meus jogadores com a qualidade e experiência que têm, estão a ser capazes disso [conseguir conciliar os jogos nacionais com o bom desempenho na Taça Europa]. Temos estado alertados para os perigos que estas mudanças de competições trazem", disse o treinador do FC Porto, que, à data, é a única equipa invicta no Grupo I da segunda fase da Taça Europa.

Miguel Queiroz, poste dos 'dragões', lembrou que, "nas fases finais das competições, estão apenas as melhores equipas" e que "todos os jogos são complicados", e disse acreditar que a formação "que for mais consistente" e "estiver melhor preparada fisicamente" vai triunfar no 'clássico'.

Na outra meia-final, o campeão nacional Benfica opõe-se à Ovarense, naquele que será um reencontro dos dois conjuntos, após a partida para o campeonato do passado dia 07 de janeiro, em que os 'encarnados' venceram por 96-75, com o treinador Norberto Alves a alertar para os riscos que a complacência pode trazer na prova a eliminar.

"É um jogo completamente diferente, onde temos de ter a preocupação em não pensar no jogo anterior, porque pode ser um erro. Ganhámos bem, jogámos muito bem, mas sabemos que é um jogo com características diferentes. Estamos preparados e esperamos outras dificuldades que não encontrámos no jogo do campeonato", disse o técnico dos 'encarnados', recordistas do troféu, com vitórias em seis ocasiões (2011, 2013, 2014, 2015, 2017, 2018).

Quanto à Ovarense, o técnico João Tiago Silva assumiu o estatuto de 'outsider', ao bater-se com os três 'grandes' do basquetebol português, salientando a importância de estar a disputar a competição, prémio do "trabalho feito até agora pela equipa" e do crescimento do clube.

"Estamos muito contentes por podemos voltar a estar presentes nestes momentos, apesar de, no ano passado, também termos estado presentes na 'final eight' da Taça de Portugal[...], e por acompanhar estas três equipas [FC Porto, Benfica e Sporting], muito fruto do trabalho que foi feito até agora pela equipa, direção e toda a gente de Ovar. É o culminar de uma primeira volta que nos permite estar aqui", explicou.

A 14.ª edição da Taça Hugo dos Santos, disputada pelas equipas que ocupam os quatro lugares cimeiros da Liga, no fim da primeira volta da fase regular, ocorre este ano, pela primeira vez, no Pavilhão Multiusos de Gondomar, entre 14 e 15 de janeiro.

A meia-final entre FC Porto e Sporting está marcada para as 14:30 de sábado e o duelo que coloca frente-a-frente Benfica e Ovarense acontecerá pouco depois, às 17:30, com os vencedores das partidas a disputarem a final do torneio no domingo, pelas 16:00.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.