Ivan Almeida, basquetebolista do Benfica, denunciou através das redes sociais que foi alvo de insultos racistas no Dragão Arena, na quinta-feira, durante o terceiro jogo da final do play-off do campeonato, que o FC Porto venceu por 65-47.

O jogador cabo-verdiano, de 33 anos, critica a Federação e os dois clubes por não se terem pronunciado sobre as ofensas em questão.

"Os que calaram perante isto, e já passaram isto por baixo do tapete como poeira, também contribuem para o racismo. Nem a Federação Portuguesa de Basquetebol, nem o meu clube, o Benfica, nem o FC Porto, se pronunciaram sobre o sucedido no Dragão Arena. ("Preto, macaco volta para a tua terra.") O silêncio também é racismo", criticou o jogador no Instagram.

"E sei que vem para aqui muita gente dizer para mostrar dentro do campo, para não ligar, que as pessoas são estúpidas e que outras não sabem o que dizem. Outros vão dizer que não há racismo em Portugal e que me estou a fazer de vítima. Digo-vos também que por baixo deste atleta profissional africano há um ser humano como todos", referiu ainda Ivan Almeida.

O FC Porto venceu na quinta-feira o Benfica, no Dragão Caixa, por 65-47 e reduziu a desvantagem na final da Liga portuguesa de basquetebol, que os 'encarnados' lideram por 2-1.

Depois de vitórias do Benfica nas duas primeiras partidas por 79-58 e 56-48, em jogos disputados na Luz, o FC Porto fez valer o fator casa e reduziu a desvantagem, num encontro que já vencia ao intervalo por 37-33.

O próximo embate está marcado hoje, às 15:00, com os 'dragões' a receberem as 'águias', sendo que, caso haja lugar a um quinto encontro, este será disputado no dia 14 de junho, no reduto do Benfica.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.