O Benfica eliminou este domingo o Maia Basket em jogo dos 16 avos de final da Taça de Portugal depois de ter vencido por 89-67. No Pavilhão Municipal de Águas Santas, os "encarnados" foram sempre mais fortes em relação à turma nortenha, sendo que a formação orientada por José Romão apenas tentou contrariar o favoritismo do adversário no final dos dois últimos períodos.

Muito organizada defensivamente e apresentando uma eficácia tremenda, o Benfica asfixiou o Maia Basket - ainda não contou com a contribuição dos reforços Elvis Évora e André Pereira - que nunca conseguiu equilibrar o encontro. No final do primeiro período o conjunto dirigido por Carlos Lisboa já vencia por 21 pontos de distância (31-10) e ao intervalo o parcial estava nos 55-24.

O jogo decorreu sem incidentes até ao final, uma vez que a "águia" controlou o encontro como quis, embora os "maiatos" tenham esboçado uma resposta nos dois últimos períodos, fruto de um maior relaxamento da formação lisboeta. Pedro Catarino e Paulo Diamantino foram os elementos mais inconformados da equipa da casa, somando 18 e 23 pontos, respetivamente, não permitindo que o Benfica dilatasse ainda mais o resultado.

Do lado da turma visitante, João Soares amealhou 22 pontos para a sua equipa e Carlos Andrade e Tomás Barroso, com 11 pontos cada, seguiram o antigo atleta da Oliveirense à distância. Resumindo, o Benfica venceu bem um jogo em que o Maia Basket nunca conseguiu ombrear com o campeão português de basquetebol. O grupo da 2.ª circular visita o Barreirense nos oitavos de final da prova, num embate marcado para 1 de março.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.