Os Estados Unidos e a Sérvia qualificaram-se hoje para as meias-finais do Mundial de basquetebol, depois de derrotarem com clareza a Itália e a Lituânia, respetivamente.

Em Pasay, nas Filipinas, os Estados Unidos mostraram estar recuperados da derrota com a Lituânia, na fase anterior, e 'cilindraram' a Itália, por 100-63, marcando encontro com a Alemanha ou a Letónia.

Em busca do sexto título Mundial - neste momento estão empatados com a ex-Jugoslávia com cinco -, os norte-americanos construíram uma grande vantagem desde cedo (46-24 ao intervalo) e consumaram o regresso às meias-finais, que falharam na última edição.

Anthony Edwards, que tinha sido o melhor nos últimos encontros, ficou apenas com três pontos, mas Mikal Bridges (24 pontos e sete ressaltos) e Tyrese Haliburton (18 pontos, quatro ressaltos e cinco assistências) estiveram em destaque.

Simone Fontecchio marcou 18 pontos pelos italianos, que já não vão conseguir uma das duas vagas disponíveis para as seleções europeias para os Jogos Olímpicos Paris 2024.

Mesmo sem algumas das suas principais estrelas, os Estados Unidos são os grandes candidatos ao triunfo final, em especial depois de a Espanha, campeã em título, ter caído na ronda anterior.

A Lituânia, que eliminou os espanhóis, foi claramente derrotada pela Sérvia, por 87-68, com Bogdan Bogdanovic, jogador dos Atlanta Hawks, a ser a grande figura, com 21 pontos e quatro ressaltos.

Sem Nikola Jokic, campeão da NBA pelos Denver Nuggets, que nem sequer foi ao Mundial, a Sérvia teve ainda em Filip Petrusev (17 pontos e seis ressaltos) outro dos jogadores em destaque.

Do lado dos lituanos, que tiveram quatro jogadores acima da dezena de pontos, Tadas Sederkerskis foi o melhor pontuador, com 14 pontos.

Nas meias-finais, os sérvios, que como nação independente têm apenas um terceiro lugar no Mundial, jogam com o vencedor do encontro entre o Canadá e a Eslovénia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.