Jayson Tatum igualou o recorde de pontos num jogo de um jogador dos Boston Celtics, ao replicar os 60 da ‘lenda’ Larry Bird face aos San Antonio Spurs, na jornada de sexta-feira da Liga norte-americana de basquetebol (NBA).

“É algo que não imaginava conseguir nesta altura”, afirmou o jogador dos Celtics, depois do triunfo por 143-140, após prolongamento, num jogo em que superou por sete pontos o seu recorde pessoal, os 53 de 09 de abril face aos Timberwolves.

O número ‘0’ dos Celtics, que acertou 20 de 37 tiros’ de campo - incluindo cinco de sete ‘triplos’ - e 15 de 17 lances livres, foi decisivo na grande reviravolta dos anfitriões, que estiveram a perder por 32 pontos (35-67 e 37-69), no segundo período.

“Penso que a melhor parte foi, obviamente, conseguir uma grande recuperação e ganhar, vendo todos contribuir. Este jogo mostra o que é esta equipa, que conseguiu encontrar uma forma de ganhar depois de estar a perder por mais de 30”, acrescentou.

Tatum, que completou 23 anos em 03 de março, tornou-se o segundo jogador mais jovem de sempre a atingir os 60 pontos, depois de Devin Booker, dos Phoenix Suns, que marcou 70, curiosamente aos Celtics, em 24 de março de 2017, com 20 anos.

Antes de fazer história no TD Garden, o extremo do conjunto de Boston teve uma oportunidade de resolver o encontro no tempo regulamentar, mas falhou um lançamento sobre a ‘buzina’, numa altura em que já tinha somado 50 pontos.

No tempo extra, Tatum ‘corrigiu’ essa situação, marcando mais 10 pontos, no parcial de 15-12 dos Celtics, incluindo quatro lances livres nos derradeiros 11,3 segundos, depois de um ‘triplo’ determinante de Jaylen Brown, a 16,7.

O extremo já tinha estado inspirado na primeira parte do encontro, que completou com 24 pontos, tantos quanto o resto dos seus companheiros de equipa, o que ajudava a explicar uma desvantagem de 29 pontos ao intervalo (48-77).

Depois de um terceiro período discreto, ainda que apenas adicionou cinco pontos, Tatum foi ‘demolidor’ no quarto, no qual marcou 21, quase tantos como toda a equipa dos Spurs (25).

Com os 10 do prolongamento, igualou o registo de Larry Bird, que tinha chegado uma única vez na carreira aos 60 pontos, em 12 de março de 1985, num triunfo no reduto dos Atlanta Hawks por 126-115.

Nos restantes encontros da ronda de sexta-feira, destaque para o triunfo caseiro (121-100) dos Phoenix Suns sobre os Utah Jazz, desfalcados de Donovan Mitchell e Mike Conley, que valeu a troca de posições no topo da Conferência Oeste – as duas equipas somam agora 45 vitórias e 18 derrotas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.