Donald Trump, presidente dos Estados Unidos da América, afirmou que devia ter "deixado na prisão" os três basquetebolistas detidos na China - LiAngelo Ball, Cody Riley e Jalen Hill.

Recorde-se que as autoridades chineses detiveram três jovens basquetebolistas da UCLA (Universidade de Los Angles) na sequência de uma suspeita de furto em várias lojas antes de um jogo contra os Georgia Tech, em Xangai.

LaVar Ball, pai de LiAngelo, questionou a influência do presidente norte-americano no processo que resultou na libertação dos três basquetebolistas.

"Agora que os três jogadores de basquetebol já estão fora da China e foram salvos de anos na prisão. LaVar Ball, pai de LiAngelo, não está aceitar o que fiz pelo filho e que roubar lojas não é grande coisa. Eu devia tê-los deixado na prisão", começou por referir Trump no Twitter.

"Roubar em lojas é um assunto sério na China, tal como deve ser (entre cinco e dez anos na prisão), mas não para o pai LaVar. Devia ter tirado o seu filho na minha próxima viagem à China. A China explicou-lhes por que é que foram libertados. Muito ingrato", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.