A seleção cabo-verdiana de basquetebol já não vai disputar as eliminatórias de apuramento para o Afrobasket'2017, após decisão das associações regionais, noticia hoje a imprensa cabo-verdiana.

A Federação Cabo-verdiana de Basquetebol (FCBB) decidiu não inscrever a seleção nas eliminatórias do Afrobasket, alegando falta de dinheiro e dívidas da anterior direção.

A decisão gerou muita polémica no basquetebol cabo-verdiano e a direção da FCBB demitiu-se e, após uma reunião com a Direção Geral dos Desportos (DGD), deixou ao critério das associações regionais tentar inscrever a seleção nas eliminatórias.

Com o vazio diretivo, as associações regiões deram o aval à DGD para se criar uma comissão que iria levar Cabo Verde à qualificação do Afrobasket 2017.

A DGD fez um pedido à FIBA-África - que foi aceite - para Cabo Verde ainda participar no apuramento para a prova máxima de seleções de basquetebol em África.

Mas, segundo avança hoje a imprensa cabo-verdiana, após uma reunião na sexta-feira, as associações mudaram o seu sentido de voto e não certificaram a comissão.

"Com essa decisão das associações regionais, a DGD, em representação do Governo, fica com as mãos atadas, já que não pode tratar diretamente com a FIBA", escreve a Green Sports.

As eliminatórias vão acontecer ainda este mês de março, com a participação de Mali, Senegal e Guiné-Conacri, em representação da Zona II em África.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.