O ciclista espanhol Alejandro Valverde, restabelecido de uma grave queda sofrida em julho último na Volta à França, declarou-se "impaciente" para correr em 2018, ano no qual pretende participar na 'Vuelta', 'Giro' e campeonatos do mundo.

O corredor, 37 anos, disse estar totalmente recuperado da dupla fratura (rótula e astrágalo) que o obrigou a abandonar o 'Tour', após queda sofrida logo na primeira etapa, em entrevista publicada hoje pelo quotidiano El Pais, na qual refere ainda não estar a pensar em correr na próxima edição do 'Tour'.

"Sinto-me bastante bem. Corro cerca de 700 quilómetros por semana. No meu grupo de treinos, que conheço desde sempre, dizem-me que estou, pelo menos, tão forte como estava antes. Adoraria verificar isso em corrida. Estou impaciente", disse Valverde.

Valverde, especialista nas 'clássicas' belgas de Fleche Wallone (cinco vitórias) e de Liege-Bastogne-Liege (quatro) e que esteve suspenso por dois anos (entre 2010 e 2012) devido a 'doping', no âmbito do caso 'Puerto', disse ainda ter feito "uma cruz" no seu sonho de finalmente vencer o 'Tour' francês, no qual foi terceiro em 2015.

"Não desejo ir ao 'Tour'. Penso que no próximo ano vou-me concentrar no 'Giro', 'Vuelta' e Mundial. No próximo ano, o Mundial vai ser muito duro, muito duro na Áustria", referiu o corredor, que já terminou por seis vezes no pódio dos campeonatos do mundo, sem nunca se ter sagrado campeão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.