O suíço Fabian Cancellara (Trek) e o belga Tom Boonen (Omega Pharma-Quick Step) abandonaram hoje a Volta a Espanha em bicicleta, tal como fez o holandês Robert Gesink (Belkin), por problemas pessoais.

“Fabian Cancellara não vai partir hoje. Ele vai viajar para casa para descansar e preparar o seu próximo objetivo: a corrida de contrarrelógio dos Mundiais, em Ponferrada”, lê-se no Twitter oficial da Trek, antes do início da 18.ª etapa da Vuelta.

O suíço, tetracampeão do Mundo de contrarrelógio e campeão olímpico em Londres2012 na especialidade, ocupava o 102.º lugar na Vuelta, a 2:41.53 horas do líder Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), atrás de Boonen, 85.º, a 2:20.22 horas.

“Agora vou concentrar-me nos Mundiais de Ponferrada, a começar pelo contrarrelógio por equipas. Tenho uma excelente recordação da nossa vitória em 2012, foi uma sensação incrível, comparável a um sucesso individual”, afirmou Boonen.

Já Gesink, que seguia no sétimo lugar da geral a 6.43 minutos de Contador, falhou a partida para a etapa de hoje, por motivos pessoais, segundo informou a Belkin.

“A minha esposa está grávida e foi operada duas vezes na semana passada. A sua situação não melhorou e continua no hospital. Vou deixar imediatamente a Vuelta para estar com a minha família, que precisa de mim neste momento”, afirmou o holandês.

Gesink, que já terminou três vezes a Vuelta entre os dez primeiros, alinhava pela primeira vez numa grande volta desde que foi submetido, em maio, a uma intervenção cirúrgica cardíaca para debelar problemas de arritmia.

O pelotão da Volta a Espanha percorre hoje os 157 quilómetros entre A Estrada e Monte Castrove, da 18.ª etapa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.