O ciclista britânico Mark Canvedish somou este sábado a 102.ª vitória da sua carreira ao ganhar ao “sprint” a primeira etapa da edição de 2013 da Volta a Itália, impondo-se ao italiano Elia Viviani e ao campeão francês Nacer Bouhanni.

«A etapa não foi fácil, houve muitas curvas e muito calor para um inglês como eu. Foram só 130 quilómetros e a minha equipa fez um grande trabalho a meu favor. Vim para aqui para ganhar ‘sprints’ e a prova começou como eu queria», disse Cavendish, no pódio, onde subiu com a filha bébe.

Cavendish, que venceu a primeira etapa do Giro pela sua nova equipa Omega-Pharma, assegurou que no domingo irá defender a camisola rosa de líder - um contra-relógio por equipas de 17,4 km, na ilha de Ischia, apesar de reconhecer que equipa não é forte na especialidade.

«Estou desapontado por não ter vencido, especialmente porque o tinha planeado. Cavendish venceu, mas ninguém é imbatível. Estou pronto para recomeçar», disse o italiano Elia Viviani (Cannondale).

A etapa, que teve partida e chegada a Nápoles, ficou marcada por uma queda na parte final e pelo facto de o ciclista português Ricardo Mestre (Euskatel-Euskadi) ter estado incluído num grupo de sete fugitivos na parte inicial, que chegou a ter dois minutos de vantagem em relação ao pelotão, mas foi alcançado a 20 quilómetros da meta.

Nelson Oliveira (RadioShack-Leopard) foi o primeiro luso a concluir a viagem, terminando na 46.ª posição, integrado no pelotão, tal como Bruno Pires (Saxo-Tinkoff), 85.º, Ricardo Mestre (Euskaltel-Euskadi), 104.º, e Tiago Machado (RadioShack-Leopard), todos 18 segundos depois do campeão do Mundo de 2011.

Cavendish concluiu os 130 quilómetros da tirada em 2:58.38 horas, liderando o pelotão, que acabou por sofrer um corte devido a uma queda na parte final, e conquistando a sua 11.ª vitória na corrida transalpina.

O britânico compete pela quinta vez no Giro de Itália, tendo vestido a camisola de líder da corrida em duas ocasiões em 2009 e um dia em 2011.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.