O ciclista britânico Christopher Froome (Sky) venceu hoje ao “sprint” a quinta etapa do Critério Dauphiné, disputada entre Gresey sur Aix e Valmorel, tornando-se no novo camisola amarela, naquela que foi a primeira meta em montanha.

Froome superiorizou-se ao espanhol Alberto Contador, respondendo ao ataque do homem da Saxo Tinkoff para, ao “sprint”, vencer os 139 quilómetros da tirada, cumprida em 3:28.39 horas.

O líder da Sky demonstrou a sua superioridade, aproveitando o controlo da equipa em toda a subida de 12 quilómetros até à estação de Valmorel, onde se tornou no novo camisola amarela da prova.

Na classificação geral, Froome conta com 52 segundos de avanço sobre o australiano Richie Porte, seu companheiro de equipa.

Sérgio Paulinho (Saxo-Tinkoff) foi o melhor português na etapa de hoje, ao terminar em 45.º lugar, com o tempo de 3:33.19 horas, mais 4.40 minutos que o vencedor, enquanto José Mendes (NetApp) foi 112.º, com um crono de 3:44.35 horas, mais 15.56 minutos que o líder.

Na geral, Paulinho ocupa agora a 35.ª posição da tabela, com 16:16.05 horas, mais 7.21 minutos que o camisola amarela, e José Mendes é 90.º, com um total de 16:33.47 horas , a 25.03 minutos.

Sexta-feira, a sexta etapa irá ligar La Lechere a Grenoble, num total de 141,5 quilómetros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.