O português Fábio Costa foi hoje o melhor da seleção de ciclismo de estrada sub-23 na terceira etapa da Corrida da Paz, ao ser sétimo, num último dia que consagrou o italiano Filippo Zana.

Na tirada, vencida pelo francês Axel Laurence, e em dia de alta montanha, o português esteve entre os melhores e acabou com o mesmo tempo do vencedor da tirada, de 168,1 quilómetros, com partida e chegada em Jeseník.

Filippo Zana acabou a vencer a geral final, com Fábio Costa a ser também o melhor dos ciclistas nacionais neste capítulo, ao subir sete postos para acabar em 22.º, a 5.27 minutos do vencedor.

Diogo Barbosa acabou logo abaixo, em 23.º, Pedro Miguel Lopes fechou em 43.º, Afonso Silva cedeu e terminou em 52.º, Fábio Fernandes concluiu em 59.º e Carlos Salgueiro foi 73.º.

“O nosso objetivo era tentar colocar um corredor no ‘top 20’ da classificação geral e não foi possível alcançá-lo. Há dias bons e dias maus. O ciclismo é mesmo assim. Foi um dia menos bom, mas o Fábio Costa conseguiu chegar entre os primeiros”, explicou o selecionador, José Poeira, citado em comunicado da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.