O ciclista bielorrusso Kanstantsin Siutsou foi suspenso por quatro anos, por ter acusado positivo a eritropoietina (EPO) num controlo antidoping realizado em setembro de 2018, anunciou hoje a União Ciclista Internacional (UCI).

Depois de um longo processo que correu no Tribunal de Antidopagem da UCI, o ciclista, que representou a equipa Bahrain Mérida no último ano de profissional, viu agora confirmado o castigo, que se prolongará até 04 de setembro de 2022.

Siutsou, campeão do mundo de fundo de sub-23 em 2004, encerrou a carreira em 2018, aos 36 anos, na sequência daquele controlo positivo, que lhe valeu uma suspensão temporária.

O bielorrusso venceu uma etapa na edição de 2009 da Volta a Itália, prova que terminou no nono lugar, em 2011.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.