O ciclista argentino Maximiliano Richeze anunciou hoje que testou positivo a Covid-19, no segundo caso confirmado da doença na equipa UAE Emirates, após o colombiano Fernando Gaviria, com a formação em isolamento em Abu Dhabi.

“Acusei positivo ao coronavírus, por isso, o meu período de quarentena vai prolongar-se”, explicou o desportista, de 37 anos, na rede social Instagram.

A equipa está retida na cidade desde a Volta aos Emirados Árabes Unidos, no início de março, com outros casos positivos no pelotão da corrida – dois russos, dois italianos e um alemão, além dos dois casos da UAE Emirates, equipa por que correm os portugueses Rui Costa, Ivo Oliveira e Rui Oliveira.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 5.100 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 131 mil pessoas, com casos registados em mais de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 112 casos confirmados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.