O ciclista Rafael Silva, vencedor da Taça de Portugal em 2023, anunciou hoje o final da carreira, aos 33 anos, após ter sido notificado pela Autoridade Antidopagem de Portugal num “processo por eventual uso de métodos proibidos”.

Garantindo sair do ciclismo “de cabeça levantada e de consciência limpa”, o vencedor da Volta a Portugal do Futuro de 2012 explica, numa publicação nas redes sociais, ter sido notificado pela ADoP “no âmbito de um processo por eventual uso de métodos proibidos”, que tem por base “uma amostra/análise colhida em 2015”.

“Reagi a essa notificação, num exercício de pura verdade, pugnando pela minha inocência. Nunca, em momento algum do meu percurso desportivo, agi de forma a pôr em causa a verdade desportiva. […] A decisão desta autoridade decorre do parecer de um painel de peritos que, sem avançar certezas, conclui pela probabilidade de uso de métodos proibidos”, nota, numa alusão ao passaporte biológico.

Assim, e dizendo-se alvo de um processo “em que – ao que parece – a culpa se presume”, Rafael Silva optou por “não atacar a decisão” da ADoP, porque, embora esteja ciente da sua “absoluta inocência”, já tem 33 anos.

“Devo dizer que recebi do meu diretor desportivo [José Azevedo] apoio e confiança, que muito agradeço, dando-me total liberdade para sobre este assunto decidir. Resolvo em conformidade com as regras que sempre impus às minhas opções: ninguém, nunca, será prejudicado pelas minhas decisões. Temia que outra escolha que não fosse a de terminar agora pudesse acarretar prejuízo para a minha equipa com a época já em curso”, justifica o já ex-ciclista da Efapel.

Profissional desde 2013, Rafael Silva cumpriu grande parte da sua carreira na anterior estrutura da Efapel (atual Sabgal-Anicolor), alinhando nas últimas duas temporadas na equipa de José Azevedo.

“Encerro agora um ciclo. Saio com tristeza no coração, mas de consciência serena e certo de que esta é a decisão que devo tomar. A vida continua, agora fora da competição, mas sempre em cima da bicicleta”, conclui o agora antigo corredor, que também venceu etapas no Grande Prémio Jornal Notícias, GP O Jogo e a Volta a Albergaria (2019), entre outras.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.