A clássica de ciclismo Milan-San Remo vai disputar-se em 15 de agosto, anunciou hoje a entidade organizadora da prova, que defendia a sua realização uma semana mais tarde, em 22 do mesmo mês.

A RCS, também responsável pela organização da Volta a Itália, tinha sugerido à União Ciclista Internacional (UCI) a data de 22 de agosto, tendo em conta a proximidade de San Remo com Nice, onde, uma semana depois, deverá ter início a Volta a França, adiada para final de agosto devido à pandemia de covid-19, evitando assim uma deslocação “desnecessária” da caravana.

No entanto, a UCI optou pela data de 15 de agosto, tendo em conta a maioria dos campeonatos nacionais, agendados para o fim de semana de 22 e 23 de agosto.

“Estou muito zangado, discuti muito com o presidente [da UCI} Lappartient. Disse-me que poderíamos fazer a corrida em 22 ou 23 de agosto e que os campeonatos nacionais e europeus não se disputavam”, disse o diretor executivo da RCS, Paolo Belino, ao jornal Gazzetta dello Sport.

A UCI, que também reagendou a Volta à Lombardia para 08 de agosto, deverá anunciar oficialmente as novas datas na sexta-feira.

Devido à pandemia de covid-19, a UCI decretou a suspensão do calendário velocipédico até 01 de julho para todas as provas e até 01 de agosto para as da categoria WorldTour.

A nível mundial, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 416 mil mortos e infetou mais de 7,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.