O ciclista britânico Geraint Thomas conseguiu 300 mil libras (cerca de 350 mil euros) para apoiar o sistema de saúde inglês na luta contra a pandemia da covid-19, ao pedalar sobre rolos na sua garagem durante 36 horas.

“Ouvi imensas histórias sobre médicos e outros cuidadores que tive vontade de desempenhar um papel, ainda que pequeno, na tentativa de ajudar”, disse o ciclista da INEOS em declarações à BBC, lembrando que a sua mãe, aposentada, voltou a trabalhar no hospital da Cardiff, durante a pandemia.

Geraint Thomas, vencedor da Volta a França em 2018, cumpriu na sua garagem em Cardiff, no País de Gales, três etapas de 12 horas diárias, entre quarta e sexta-feira.

“Sem exagerar, as últimas duas horas foram as mais difíceis de toda a minha carreira. Mal me consigo sentar”, afirmou.

O ciclista britânico, campeão olímpico de pista em 2008 e 2014, lembrou que até este desafio a sua viagem mais longa de bicicleta durou oito horas e 20 minutos “num passeio de grupo, que até incluiu uma pausa para café”.

“Isto foi sério, o equivalente a oito ou nove etapas da Volta a França. Agora vou precisar de uma semana para me recuperar”, assumiu.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 150 mil mortos, mais de 15.400 dos quais no Reino Unido, e infetou mais de 2,2 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 483 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 687 pessoas das 19.685 registadas como infetadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.