A Volta a França em bicicleta mantém as datas previstas, entre 29 de agosto e 20 de setembro, depois de o Governo francês ter proibido todos os eventos desportivos com mais de 5.000 pessoas até setembro, devido à pandemia.

O Ministério do Desporto francês confirmou à agência noticiosa EFE que a estratégia anunciada pelo primeiro-ministro, Édouard Philippe, “não impõe o cancelamento do Tour”, ao contrário do que aconteceu com a Liga de futebol, que não pode ser retomada.

A Volta França foi adiada para o final de agosto devido à pandemia da covid-19, mas os organizadores da prova vão ter de acompanhar a evolução da situação sanitária do país, que vai determinar o destino da corrida.

O Ministério do Desporto indicou que a situação será analisada periodicamente para que sejam tomadas “as decisões mais acertadas nas próximas semanas", não estando descartados alguns “ajustes” para limitar o número de pessoas nas partidas e chegadas das etapas.

O Tour, que estava prevista para junho e foi adiada, vai decorrer entre 29 de agosto e 20 de setembro, enquanto a Volta a Itália e a Volta a Espanha, inicialmente agendada entre 14 de agosto e 06 de setembro, serão agendadas depois dos Mundiais, marcados para setembro, na Suíça.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 215 mil mortos e infetou mais de três milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 840 mil doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.