O alemão John Degenkolb e o francês Warren Barguil estão entre os seis ciclistas de equipa Giant-Alpecin que foram atropelados hoje durante um treino perto de Alicante, no sudeste de Espanha, anunciou a equipa germânica.

Numa altura em que circulavam em Benigembla, cerca de uma centena de quilómetros a sul de Valência, os ciclistas foram atingidos por um carro conduzido por uma cidadã britânica que, aparentemente, seguia em contramão.

"Os corredores envolvidos são Warren Barguil (Fra), John Degenkolb (Ale), Chad Haga (EUA), Fredrik Ludvigsson (Sue), Ramon Sinkeldam (Hol) e Max Walscheid (Ale)", revelou a Giant-Alpecin em comunicado, acrescentando que todos estavam conscientes e em condição "estável".

O diário espanhol As, na sua versão digital, diz que o sprinter alemão sofreu cortes profundos nas articulações e que o norte-americano Chad Haga poderá ter fraturado a bacia, tendo sido ambos transportados de helicóptero para dois hospitais da região.

Sem especificar, uma fonte hospitalar, citada pela AFP, diz que o ciclista mais afetado sofreu "lesões funcionais graves, mas que não implicam em princípio qualquer risco de vida", embora deva permanecer hospitalizado vários dias.

Quanto a Warren Barguil, o seu agente, Sébastien Michon, disse ao jornal Télégramme que o trepador francês poderá ter fraturado um pulso.

Degenkolb, vencedor das 'clássicas' Milão-Sanremo e Paris-Roubaix em 2015, e Barguil, 14.º na Volta a França, são dois dos líderes da equipa para a época que se avizinha.

A Giant-Alpecin mantém uma base de treino permanente em Alicante e um elevado número de equipas profissionais fazes estágios de pré-época no sul de Espanha, para tirar partido do clima mais ameno.

Em 2012, um acidente semelhante causou a morte ao ciclista espanhol Victor Cabedo, da equipa Euskaltel-Euskadi.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.