Delmino Pereira recandidata-se a um terceiro e último mandato na presidência da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), sem concorrência, no sufrágio marcado para 07 de novembro, anunciou hoje o organismo.

O antigo ciclista, de 53 anos, natural de Vila Real, preside à FPC desde 2012 e encabeça a única lista apresentada, que mantém grande parte do elenco dirigente atual, registando-se a entrada de José Luís Ribeiro para a vice-presidência, no lugar de José Diogo Calado.

Artur Lopes, presidente honorário da FPC, que dirigiu o organismo entre 1993 e 2012, volta a encabeçar a lista para a Mesa da Assembleia Geral, tal como Luís Caleia Rodrigues para o Conselho Fiscal e Francisco Manuel Fernandes para o Conselho de Arbitragem.

Na liderança dos outros órgãos sociais, Delmino Pereira promove algumas mudanças, apresenta Sandra Almeida no Conselho de Disciplina, que era presidido por José de Melo e Castro, Diogo Guia no Conselho de Justiça, no lugar de Paulo Osório Mendes, que concorre a vice deste órgão.

Delmino Pereira vai ser reeleito para o quadriénio 2020-2024 em 07 de novembro, no sufrágio que vai ocorrer no Centro de Alto Rendimento, em Sangalhos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.