O diretor desportivo da Sky, Dave Brailsford, revelou hoje que propôs à Agência Mundial Antidopagem (AMA) que torne públicos os registos do desempenho do líder da equipa e camisola amarela da Volta à França em bicicleta, Chris Froome.

O responsável da equipa de ciclismo Sky espera, assim, pôr termo ao clima de suspeição que rodeia o desempenho do britânico na centésima edição do Tour.

Depois do escândalo com o norte-americano Lance Armstrong, destituído de sete vitórias no Tour na sequência de casos de doping, o elevado desempenho revelado pelo ciclista da Sky, já reveladas o ano passado como gregário de luxo do então futuro vencedor Bradley Wiggins (ausente este ano), não para de alimentar rumores.

Com 1,86 metros e 69 quilos, Froome esmagou a concorrência com a superioridade revelada na edição deste ano, impondo-se em três etapas, em Ax-3 Domaines (oitava etapa), em Mont Ventoux (15.ª etapa) e quarta-feira no contra-relógio em Chorges (17.ª etapa).

Dave Brailsford tem colocado toda a sua energia na tentativa de alterar as opiniões sobre o seu campeão, que afirma estar «perfeitamente limpo» e explicar que o desempenho se deve exclusivamente ao seu trabalho e ao seu profissionalismo.

«Nós tivemos contactos com a AMA e com a UKAD (agência antidopagem britânica) e as coisas estão a evoluir favoravelmente», declarou Brailsford, antes da partida para a 18.ª etapa, em Gap.

O diretor da equipa Sky afirmou desconhecer o processo, até porque nunca fez um pedido semelhante antes, embora notando que está a tentar «reagir face a uma situação particular« e de «pensar de forma positiva».

«Ninguém me pediu para fazer isso [escrever à AMA]. Pensei apenas que poderia ser uma boa ideia contactá-los, uma vez que eles nunca me contactaram. Fui em direção a eles e disse: "de facto, rapazes, gostaríamos de vos dar tudo o que temos. O que acham?», indicou.

Dave Brailsford fez as declarações após o jornal francês L'Equipe ter revelado, na edição de hoje, que recebeu os dados de Froome registados desde há dois anos.

O dados relativos ao desempenho do ciclista não foram publicitados pelo diário desportivo, que os forneceu, para análise, ao perito francês Fred Grappe, o qual não lhes encontrou nada de anormal.

«O que posso garantir é que tudo o que nós fazemos é limpo, é profissional. Nós tentamos encontrar soluções inovadoras», concluiu o diretor desportivo da Sky.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.