Os portugueses Joni Brandão e Ricardo Vilela, ambos da formação lusa Efapel-GlassDrive, terminaram em quinto e 10.º, respetivamente, a Volta ao Azerbaijão em ciclismo, prova ganha pelo ucraniano Sergiy Grechyn.

«Nesta prova de dimensão mundial, o meu muito obrigado a esta equipa fantástica Efapel-GlassDrive. Depois da liderança na montanha, nos dois primeiros dias e pelo fato de estar bem colocado na geral, os meus colegas foram brilhantes e tudo fizeram para que discutisse a prova na etapa decisiva de sábado, mas infelizmente não foi possível», disse Ricardo Vilela, citado pela assessoria de imprensa.

Vilela, que na quinta e última etapa da prova foi 40.º inserido no pelotão, foi líder da montanha na segunda e terceira etapa, e mostrou-se «muito orgulhoso» nos seus companheiros de equipa e em todo o staff, prometendo que a formação «vai continuar a trabalhar para dar alegrias».

César Fonte terminou em 13.º a quinta tirada, acabando na 19.ª da geral, enquanto o seu companheiro de equipa Nuno Ribeiro, foi 25.º da geral e Fábio Silvestre (Leopard) 32.º.

«O que fizemos foi excelente. Entrámos sempre nas fugas, discutimos a geral, a montanha e vencemos por equipas, entre 25 formações, a grande maioria profissionais. Demos tudo para ganhar etapas, sinto-me orgulhoso do trabalho feito. Que seja o ponto de partida para mais provas da dimensão desta», disse por seu turno o diretor desportivo da Efapel-Glassdrive, Carlos Pereira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.