O ciclista britânico Chris Froome, triplo vencedor da Volta a França, rejeitou hoje que o corticoide triamcinolona tenha “circulado livremente” no seio da equipa Sky, que está a ser investigada no Reino Unido.

“Apenas posso falar da minha experiência. Nunca me foi proposta a utilização de triancinolona. E nunca constatei que circulasse livremente, como tem sido sugerido”, disse Froome, vencedor do Tour em 2013, 2015 e 2016, em entrevista publicada hoje no diário britânico The Guardian.

A Sky está a ser investigada por utilização indevida da isenção para uso terapêutico, depois de ter sido tornado público que encomendou 55 doses daquele corticoide entre 2010 e 2013, tendo a equipa alegado que apenas “uma pequena percentagem foi administrada aos ciclistas”.

Bradley Wiggins, vencedor da Volta a França em 2012 e antigo colega de equipa de Froome, está a ser investigado pela agência britânica antidopagem, tendo explicado que beneficiou da isenção para uso terapêutico para tomar injeções de triancinolona para tratar problemas de asma antes do Tour de 2011 e 2012 e da Volta a Itália de 2013.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.