O ciclista britânico Geraint Thomas (INEOS) venceu quinta-feira a quinta etapa do Critério do Dauphiné, em França, e aproximou-se da liderança, que continua na posse do austríaco Lukas Postlberger (Bora-hansgrohe).

Vencedor da prova em 2018, Thomas atacou já no derradeiro quilómetro da ligação entre Saint-Chamond e Saint-Vallier (175,4 quilómetros) e conseguiu segurar por centímetros a vantagem, para vencer em 4:02.15 horas.

O italiano Sonny Colbrelli (Bahrain-Victorious) esteve a centímetros de conseguir a segunda vitória nesta edição do Dauphiné, mas acabou por somar o terceiro segundo lugar, com o mesmo tempo de Thomas, tendo o espanhol Alex Aranburu (Astana) a ser terceiro.

Na geral, Postlberger mantém a liderança, com um segundo de avanço sobre o cazaque Alexey Lutsenko (Astana) e seis sobre o dinamarquês Kasper Asgreen (Deceuninck-QuickStep), com Thomas a subir ao sexto posto, a 14.

Ivo Oliveira (UAE Emirates), único português em prova, desistiu, depois de ter sofrido uma queda a cerca de 30 quilómetros do final.

Esta sexta-feira os ciclistas entram nos Alpes, com a ligação entre Loriol-sur-Drome e Le Sappey-en-Chartreuse (167,2 quilómetros), com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de terceira categoria.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.