João Almeida (Deceuninck-QuickStep) tornou-se hoje, aos 22 anos, o segundo português a vestir a camisola rosa da Volta a Itália em bicicleta, repetindo 31 anos depois o feito de Acácio da Silva.

O jovem das Caldas da Rainha conseguiu no Monte Etna subir ao topo da Volta a Itália em bicicleta, no mesmo local onde Acácio da Silva em 22 de maio de 1989 tinha vestido de rosa.

João Almeida subiu à liderança após a terceira etapa, que foi ganha pelo equatoriano Johnatan Caicedo (Education First).

Almeida tem o mesmo tempo de Caicedo na geral, mas tem vantagem nos centésimos de segundo no contrarrelógio da primeira etapa.

Em 1989, Acácio da Silva, que também liderou a Volta a França, teve a camisola vestida durante apenas um dia, perdendo-a na terceira etapa para o italiano Silvano Contini, após um contrarrelógio por equipas.

Na segunda-feira corre-se a quarta etapa, entre Catânia e Villafranco Tirrena, num percurso de 140 quilómetros, com apenas uma contagem de terceira categoria a meio da tirada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.