O ciclista português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) mostrou-se hoje muito feliz pelo segundo lugar no contrarrelógio da primeira etapa da Volta a Itália, naquela que foi a sua estreia numa grande volta.

"Foi um dia muito bom, senti-me bem e estou muito feliz com a minha prestação", disse o jovem português, de 22 anos, em declarações à RTP.

João Almeida foi o segundo mais rápido a cumprir os 15,1 quilómetros entre Monreale e Palermo, ao gastar mais 22 segundos do que o italiano Filippo Ganna (Ineos), campeão do mundo de contrarrelógio, que conquistou a camisola rosa, ao marcar 15.24 minutos.

"Tinha noção de que estava a fazer um bom tempo, mas daí a fazer segundo não tinha muita expectativa", referiu Almeida, que terminou com o mesmo tempo do dinamarquês Mikkel Bjerg (UAE-Emirates), terceiro.

O desempenho de hoje deixou, para Almeida, "uma sensação muito boa", que lhe dá "mais confiança", considerando "um excelente começo" para a sua estreia numa prova de três semanas.

"Nunca estive numa prova de três semanas. [Os portugueses] Não podem ter expetativas muito altas, apenas posso dizer que vou dar o meu melhor pela minha equipa e pelo meu país", assumiu.

João Almeida vai partir para a segunda etapa com a camisola dos pontos, por ser segundo nesta classificação, tal como acontece na geral e na da juventude.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.