O australiano Adam Hansen (Lotto) venceu hoje, isolado e sob chuva, a sétima etapa da Volta a Itália em bicicleta, após a qual o espanhol Benat Intxausti (Movistar) passou a ser o novo líder.

A tirada de 177 quilómetros, iniciada em Marina di San Salvo, ficou marcada por várias quedas provocadas pelo piso molhado, nomeadamente a do britânico Bradley Wiggins (Sky), um dos favoritos, que perdeu quase minuto e meio para os seus principais adversários.

Hansen cumpriu o percurso em 4:35.48 horas e cortou a meta com 1.07 minutos de avanço sobre o primeiro pelotão, encabeçado pelos italianos Enrico Battaglin e Danilo Di Luca, segundo e terceiro, respetivamente, num grupo em que chegaram os principais favoritos e Intxausti, o novo camisola "rosa".

O anterior líder, Luca Paolini, chegou no grupo seguinte, a 2.31, mesmo à frente de Bradley Wiggins, 55.º, enquanto os portugueses Nelson Oliveira e Tiago Machado, ambos da RadioShack, cruzaram a linha em 43.º e 44.º, com o mesmo tempo. Bruno Pires (Saxo-Tinkoff) chegou a 9.25, em 98.º, e Ricardo Mestre (Euskaltel) a 11.07, em 103.º.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.