O ciclista belga Jasper Philipsen (Alpecin-Fenix) venceu a 109.ª edição da Scheldeprijs, batendo ao ‘sprint' o irlandês Sam Bennett, com o britânico Mark Cavendish, também da Deceuninck-QuickStep, no terceiro posto.

Philipsen, de 23 anos, cumpriu os 193,8 quilómetros entre Terneuzen e Schoten em 4:03.30 horas, batendo a dupla da QuickStep, penalizada por uma estratégia pouco colaborativa na abordagem ao ‘sprint'.

O belga conseguiu a primeira vitória com a camisola da Alpecin-Fenix, equipa do ProTour (segundo escalão) que já soma oito vitórias esta temporada, entre Philipsen, o compatriota Tim Merlier e o holandês Mathieu van der Poel.

Os três portugueses em prova abandonaram a corrida: Ivo e Rui Oliveira, da UAE Emirates, e José Gonçalves, da Delko.

A corrida também ficou marcada pela desistência da Groupama-FDJ, do campeão francês Arnaud Démare, devido a um caso positivo do novo coronavírus na bolha da equipa.

A Scheldeprijs feminina teve na holandesa Lorena Wiebes (DSM) a vencedora, também ao ‘sprint', com a portuguesa Daniela Campos (Bizkaia Durango) no 27.º posto e com o mesmo tempo da primeira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.