O ciclista português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) foi hoje segundo classificado no 103.º Giro dell'Emilia, sendo ultrapassado já dentro do último quilómetro pelo vencedor, o russo Aleksandr Vlasov (Astana), na chegada a San Luca.

Vlasov, de 24 anos, cumpriu em 4:59.38 horas os 199,7 quilómetros entre Casalecchio di Reno e San Luca, nove segundos a menos do que Almeida, ultrapassado a 500 metros da meta.

O italiano Diego Ulissi (UAE Emirates) foi terceiro classificado, a 18, com o irlandês Eddie Dunbar (INEOS) em quarto, a 21, o italiano Andrea Bagioli (Deceuninck-QuickStep) em quinto, a 24, e o dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana), que sábado venceu a Volta à Lombardia, em sexto, a 29.

O português de 22 anos procurava o primeiro triunfo enquanto profissional e atacou, à entrada para os 10 quilómetros finais, isolando-se do grupo de principais favoritos à vitória final, chegando a ter acima de 30 segundos de vantagem.

Já na quarta volta ao circuito final, que inclui uma subida até San Luca, em Bolonha, Vlasov atacou o grupo principal e isolou-se na perseguição à frente da corrida, acabando por ultrapassar o corredor luso já perto do fim.

Ainda assim, João Almeida prossegue a boa época de 2020, a de estreia na equipa belga, recuperando de um abandono na Volta à Lombardia com um segundo lugar, depois de já ter sido nono na Volta ao Algarve, terceiro na Volta a Burgos e sétimo no Tour de l'Ain, em que venceu a classificação da juventude.

Por seu lado, Vlasov conseguiu a terceira vitória da época, depois de uma etapa no Tour de la Provence, que concluiu como segundo da geral final, e do Mont Venoux Challenge, tendo ainda acabado em terceiro lugar a Volta à Lombardia, no sábado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.