Luís Costa foi um dos 12 participantes na corrida de 17,6 quilómetros para a classe H5, uma prova que se revelou muito equilibrada, com os seis primeiros separados por menos de um minuto.

A vitória pertenceu ao francês Loic Vergnaud, que cumpriu o percurso em 27.57,17 minutos, e Luís Costa, com um desempenho constante – já era o segundo mais rápido no ponto intermédio –, ocupou a segunda posição, a 44,78 segundos do vencedor.

O terceiro, a 53,33 segundos foi o estadunidense Alfredo de los Santos.

"O bom resultado de Luís Costa deu um tom de felicidade ao dia da comitiva portuguesa, que tem vivido dias atribulados no Canadá, devido a parte da bagagem estar perdida. Devido a este problema, Flávio Pacheco não pôde participar hoje no contrarrelógio de classe H4, uma vez que a sua 'handbike' continua perdida", assinalou em comunicado a Federação Portuguesa de Ciclismo.

Na sexta-feira, é a vez de entrarem em ação Bernardo Vieira, no contrarrelógio de classe C1, e Telmo Pinão, no exercício individual de classe C2. No entanto, a bicicleta de Telmo Pinão ainda não foi entregue ao corredor português, também estando perdida.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.