O espanhol Raúl Alarcón, da W52-FC Porto, venceu hoje isolado a segunda etapa do Grande Prémio Abimota de ciclismo, arrebatando a camisola amarela, que estava na posse do sportinguista Mario González, também espanhol.

Alarcón gastou 3:49.27 horas a percorrer os 157,2 quilómetros desde Coruche até Proença-a-Nova, conseguindo uma vitória 'atoritária', delineada ainda antes da contagem de montanha de Belver, de terceira categoria, a 60 quilómetros da meta, quando se escapou a um grupo de 16 unidades.

Em Proença-a-Nova, o esforço solitário rendeu-lhe uma vantagem de um minuto certo sobre o pelotão perseguidor, liderado pelo seu compatriota Vicente Garcia Mateus e por Luís Mendonça, ambos da Aviludo/Louletano/Uli.

O triunfo rendeu-lhe ainda a liderança da classificação por pontos, da montanha e das metas volantes.

Na sexta-feira, a prova decorre em Belmonte, em forma de circuito (duas voltas) e na distância de 70,8 km. A dificuldade do dia, a passar duas vezes, será a contagem de montanha de terceira categoria, após o Ecomuseu do Zêzere.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.