O ciclista português Rui Costa (Movistar) foi hoje segundo classificado na terceira etapa da Volta à Suíça, ganha pelo eslovaco Peter Sagan (Cannondale), subindo ao terceiro lugar da geral da prova, que venceu no ano passado.

Rui Costa destacou-se na liderança da corrida a poucos metros do final, chegando à meta, colocada em Meiringen, depois de 204,9 quilómetros desde Montreux, na companhia de Sagan, o homem veloz da Cannondale, que não deu hipóteses na discussão da etapa.

O ciclista da Movistar foi segundo, com o mesmo tempo do eslovaco (04:46.27 horas), do checo Roman Kreuziger (Saxo-Tinkoff) e do suíço Mathias Frank (BMC), que assumiu a liderança da geral.

O quarteto, que cortou a meta isolado, formou-se a 18 quilómetros da chegada, na descida que sucedeu a contagem de primeira categoria do dia, e permitiu ao português saltar do 11.º para o terceiro lugar da geral, atrás de Frank e Kreuziger.

Entre Rui Costa e a defesa do título existem agora 35 segundos, um tempo recuperável nas seis jornadas que ainda faltam disputar nesta Volta à Suíça.

Na terça-feira, corre-se a quarta etapa, uma ligação de 174,4 quilómetros entre Innertkirchen e Buochs, que já não contará com Ryder Hesjedal (Garmin), vencedor do Giro2012 e o azarado do dia. Segundo classificado à partida, o canadiano caiu e teve de ser transportado para o hospital.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.