O ciclista francês Thibaut Pinot (FDJ) mostrou hoje estar em grande forma a três semanas da Volta a França, ao vencer a etapa rainha da Volta à Suíça, vestindo a camisola amarela.

A quase 2.700 metros de altura, o terceiro classificado do Tour2014 coroou sozinho o alto de Sölden/Rettenbachgletscher, em território austríaco, depois de atacar a dois quilómetros do final, cumprindo a quinta tirada em 06:22.47 horas e deixando o segundo, o italiano Domenico Pozzovivo (AG2R), a 34 segundos e o terceiro, o esloveno Simon Spilak (Katusha), a 37.

"Esta etapa era um dos meus objetivos, mas ainda faltam quatro, incluindo um contrarrelógio no qual os roladores vão aparecer”, analisou o jovem de 25 anos, depois de concluir os 237 quilómetros com partida em Unterterzen/Flumserberg.

O francês ‘roubou’ a camisola amarela ao holandês Tom Dumoulin (Giant-Alpecin), liderando com 47 segundos sobre o britânico Geraint Thomas (Sky), que será uma grande ameaça no ‘crono’ de domingo.

Em terceiro na geral está Spilak, a 50 segundos, com Pozzovivo, que sofreu uma aparatosa queda no Giro, em quarto.

Os longos 14 quilómetros de ascensão até ao cume de Sölden/Rettenbachgletscher criaram dificuldades aos portugueses, com André Cardoso a ser 39.º, a 09.47 minutos, e Mário Costa a ser 112.º, a 27.07 minutos.

Na geral, o ciclista da Cannondale-Garmin é 37.º, a 21.30 minutos, enquanto o corredor da Lampre-Merida ocupa a 118.ª posição, a 01:07.00 horas.

Na quinta-feira, o pelotão vai regressar à Suíça, com um arranque em Wil e uma chegada em Bienne, depois de 193,1 quilómetros a pedalar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.