O Troféu Joaquim Agostinho em bicicleta, a última prova velocipédica antes da Volta a Portugal, deixa de fora os favoritos à vitória na “prova rainha” portuguesa Hugo Sabido e Hernâni Broco.

Os nomes de Hugo Sabido, segundo classificado na Volta a Portugal em 2012, e Hernâni Broco, quinto em 2010, não surgem na lista de inscritos para o 36.º Grande Prémio Internacional de Torres Vedras, ainda que esta seja provisória e só fique confirmada na sexta-feira, dia da partida.

Também o vencedor das duas últimas edições da corrida torreense, Ricardo Mestre, não vai estar presente, já que atualmente corre pela Euskaltel-Euskadi, da primeira divisão da União Ciclista Internacional.

De entre os 125 corredores, representando 17 equipas oriundas de seis países, destaque para o português Nuno Ribeiro, vencedor da Volta a Portugal de 2003 e 2009.

Os italianos da Ceramica Flaminia – Fondriest, equipa satélite da Saxo Bank, vêm reforçados com dois corredores portugueses sub-23, António Barbio e Amaro Antunes.

Na luxemburguesa Leopard-Trek, formação satélite da RadioShack, surge o também jovem português Fábio Silvestre, de 23 anos, que irá regressar à terra natal, já que é natural do Sobral de Monte Agraço.

A primeira etapa ligará Silveira ao Vimeiro, um total de 160,8 quilómetros que contam com quatro contagens de terceira categoria, a ultima das quais coincidindo com a meta, no monumento à Batalha, no Vimeiro.

A etapa ficará ainda marcada pela inauguração de um busto de homenagem a Joaquim Agostinho, em Brejenjas, terra natal do malogrado ciclista.

O percurso será neutralizado entre a partida simbólica e a partida real, para que os corredores possam participar na cerimónia, antes do quilómetro zero.

A segunda etapa é ligeiramente mais curta, 153,5 quilómetros, mas mais exigente, com uma contagem de montanha de primeira categoria, e outras quatro de terceira.

Os últimos quilómetros que ligam a etapa desde Atouguia da Baleia até Torres Vedras vão ser disputados em circuito recuperando dois formatos já realizados em anos anteriores.

A etapa “rainha” será disputada domingo, ligando Manique do Intendente e o Parque Eólico da Carvoeira, num total de 177 quilómetros, com os 40 quilómetros finais com subidas a Montejunto e a Vila Seca, a antecederem a escalada de segunda categoria para a meta.

 Percurso:

19 jul (sex) 1.ª etapa, Silveira - Vimeiro, 160,3 km.

20 jul (sáb) 2.ª etapa, Atouguia da Baleia – Torres Vedras, 153,5 km.

21 jul (dom) 3.ª etapa, Manique do Intendente – Carvoeira (Pq. Eólico), 177,2 km.

Total: 491,5 km.

Equipas participantes:

Continental: Banco BIC – Carmin (Por), Louletano – Dunas Douradas (Por), OFM – Quinta da Lixa (Por), Efapel – Glassdrive (Por), LA Aluminios – Antarte (Por), Radio Popular – Onda (Por), Concordia Forsikring – Riwal (Din), Euskadi (Esp), Burgos BH – Castilla y Leon (Esp), Leopard – Trek Continental Team (Lux), Ceramica Flaminia – Fondriest (Ita) e Team RPM Equador (Ecu).

Equipa de clube: Maia – Bicicletas Andrade (Por), Liberty Seguros –Feira – KTM (Por), Clube de ciclismo José Maria Nicolau (Por), Anicolor (Por) , Supermercados Froiz (Esp).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.