O pelotão da Volta a Itália em bicicleta cumpriu hoje um minuto de silêncio em memória do piloto Nicky Hayden, da triatleta alemã Julia Viellehner e das vítimas do atentado de segunda-feira em Manchester.

Os ciclistas mantiveram-se em silêncio antes da partida para a 16.ª etapa do Giro, que ligará Rovett a Bormio, com subidas do Mortirolo e Stelvio.

O piloto norte-americano Nicky Hayden, campeão mundial de MotoGP em 2006, morreu na segunda-feira na sequência de ferimentos causados por um atropelamento quando circulava de bicicleta.

A triatleta alemã Julia Viellehner, de 31 anos, morreu a 22 de maio, na sequência de um acidente semelhante ao de Hayden, ocorrido em 15 de maio quando treinava na zona dos Montes Apeninos.

O pelotão da 100.ª edição do Giro homenageou também as vítimas do atentado perpetrado na segunda-feira à noite na Arena Manchester, no final de um concerto da cantora Ariana Grande, que causou, pelo menos 22 mortos e 59 feridos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.