O italiano Luca Paolini assumiu hoje a liderança da Volta a Itália, ao vencer isolado a terceira etapa da prova, que ligou Sorrento a Marina de Ascea, na distância de 222 quilómetros.

Paolini aproveitou a descida da fase final da etapa para se destacar do grupo em que seguiam os favoritos e terminou a tirada em 5:43.50 horas, com 17 segundos de vantagem sobre esse minipelotão, encabeçado pelo australiano Cadel Evans (BMC) e pelo canadiano Ryder Hesjedal (Garmin), segundo e terceiro respetivamente.

Com a sua primeira vitória em etapas do Giro, o italiano, de 36 anos, vestiu a camisola rosa e afastou da liderança o seu compatriota Salvatore Puccio (Sky), enquanto o britânico Bradley Wiggins (Sky), oitavo a cortar a meta, subiu à segunda posição da geral, a 17 segundos do líder.

Entre os portugueses, Bruno Pires (Saxo-Tinkoff) foi o primeiro a cruzar a linha, 39.º, seguido por Tiago Machado (RadioShack), 56.º, ambos a 1.52 minutos do vencedor. Ricardo Mestre (Eukaltel), 89.º, e Nelson Oliveira, 115.º, chegaram a 8.27.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.