O ciclista esloveno Primoz Roglic (Lotto NL-Jumbo) procura este domingo conquistar a sua primeira vitória na Volta ao Algarve, no final da quinta e última etapa, que termina no alto do Malhão (Loulé).

Roglic parte para os 179,2 quilómetros entre Loulé e o alto do Malhão, uma contagem de montanha de segunda categoria no ponto mais alto de Loulé, com 22 segundos de vantagem para o vencedor de 2014, o polaco Michal Kwiatkowski (Sky)

Na luta pelo pódio estão ainda o espanhol Jonathan Castroviejo (Movistar), terceiro, a 36 segundos, o francês Tony Gallopin (Lotto Soudal), quarto, a 55, e o espanhol Luis León Sánchez (Astana), quinto a 59. Amaro Antunes (W52-FC Porto) é o português mais bem classificado, no nono lugar, a 01.54 minutos do esloveno.

Este ano, o Malhão procura um novo ‘rei’, uma vez que, entre os 192 ciclistas ainda em prova, não há qualquer antigo vencedor naquele local.

Muito antes da subida final, o pelotão, que sai às 12:05 horas de Loulé, vai enfrentar duas metas volantes, uma ao quilómetro 12,1, em Almancil, e outra ao 132,9, em Barrosas, com as contagens de terceira categoria de Monte Casinha (91,2) e Vermelhos (116,3) a intermediar.

Nuns frenéticos 45 quilómetros finais, o pelotão vai rumar à contagem de montanha de segunda categoria situada no Malhão (137,7), na primeira passagem de duas pela meta, antes de empreender nova escalada em Vermelhos (158,5).

Com o pelotão certamente já fracionado, o grupo de favoritos subirá pela segunda vez os últimos 2.800 metros da 43.ª edição, uma subida com uma inclinação média de 8,6 por cento, com troços que atingem os 20 por cento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.