O holandês Tom Dumoulin (Jumbo-Visma) vai abandonar a Volta a Espanha em bicicleta, sem alinhar à partida para a oitava etapa, anunciou hoje a equipa dos Países Baixos, em comunicado.

“Tom Dumoulin não vai voltar a correr na Vuelta. O corredor da Jumbo-Visma vai abandonar a Volta a Espanha após sete etapas e vai concentrar-se na próxima época velocipédica”, lê-se no comunicado da formação, antes da partida para a oitava tirada, em Logroño.

Dumoulin, de 29 anos, vencedor do Giro em 2017 e campeão do mundo de contrarrelógio no mesmo ano, ocupava o 53.º lugar da classificação geral, a 42.25 minutos do equatoriano Richard Carapaz (INEOS).

“Sentia-me cansado no início da Vuelta e essa sensação continua presente. Não faz sentido continuar, porque poderia colocar em causa a próxima época. Não pretendia deixar a Vuelta, mas é a escolha certa. Todos concordámos e, com o Primoz Roglic, estamos bem colocados na classificação geral e esperançados de que a equipa possa conquistar a vitória”, escreveu Dumoulin, na página oficial no Twitter.

O esloveno Primoz Roglic, segundo no Tour, atrás do compatriota Tadej Pogacar (UAE Emirates), ocupa o quarto lugar na Vuelta, a 30 segundos de Carapaz.

Hoje, o pelotão enfrenta os 164 quilómetros entre Logroño e a chegada inédita ao Alto de Moncalvillo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.