Majka, de 31 anos, cumpriu os 197,5 quilómetros entre Navalmoral de la Mata e El Barraco em 4:51.36 horas, batendo por 1.27 minutos o holandês Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma), segundo, e por 2.19 o australiano Chris Hamilton (DSM), terceiro.

Nas contas da geral, Eiking, sexto na etapa, manteve-se na frente após novo dia de alta montanha, continuando com 54 segundos de vantagem para o francês Guillaume Martin (Cofidis), segundo, e 1.36 minutos para o esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma), vencedor das últimas duas edições da prova, terceiro.

Na segunda-feira, o pelotão goza o segundo dia de descanso, antes da terceira e última semana, decisiva para a classificação final da 76.ª edição da Vuelta.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.