Cerca de quatro meses e meio depois da última prova do WorldTour, Van Aert 'vingou' os terceiros lugares das duas últimas temporadas e triunfou em Siena, concluindo os 184 quilómetros, em 4:58.56 minutos.

Com apenas um dia de competição em 2020, Van Aert, de 25 anos, atacou a cerca de 12 quilómetros da meta, no último dos 11 setores de terra do percurso, deixando para trás um pequeno grupo de ciclistas, que se tinha formado a 50 quilómetros do final.

Na segunda posição da 14.ª edição da Strade Bianchi, que se devia ter realizado em 07 de março, ficou Davide Formolo (UAE-Emirates), a 30 segundos, tornando-se o primeiro italiano no pódio desde 2016.

O alemão Schachmann (Bora-Hansgrohe) tinha vencido, em 14 março, uma encurtada Paris-Nice, a última prova do WorldTour antes da paragem devido à COVID-19, e foi hoje terceiro, na retoma, a 32 segundos de Van Aert.

A dureza do percurso, à qual se juntou a alta temperatura, fez com que vários candidatos ficassem arredados muito cedo da luta pela vitória, como o francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep), vencedor em 2019, que ficou para trás ainda antes dos 50 quilómetros finais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.