Portugal e Taiti dominaram nos prémios individuais do Mundial de Futebol de Praia, que terminou este domingo em Espinho.

O melhor jogador da competição foi Taiarui, jogador do Taiti, que ficou à frente dos portugueses Alan, segundo classificado, e Madjer, terceiro melhor da prova.

Alan, de 40 anos e Madjer, de 38, mostraram que “velhos são os trapos”, ao darem espetáculo nesta 8.ª edição do Mundial de futebol praia, desde que a prova é organizada pela FIFA.

Jonathan Torohia, do Taiti, foi eleito Melhor Guarda-redes.

A nível de golos, Pedro Moran do Paraguai foi o melhor marcador, tendo ficado à frente de Madjer, de Portugal, segundo colocado, e o suíço Noel Ott, o "Messi" das areias, que foi terceiro.

A seleção brasileira, uma das grandes desilusões da prova, ficou com o prémio fair-play. A seleção canarinha teve a pior prestação de sempre num mundial, ao ficar-se pelos quartos-de-final. A pior classificação até agora tinha sido um terceiro lugar.

Portugal venceu o Taiti por 5-3 e sagrou-se campeão do Mundo de Futebol de Praia.

Prémios individuais

Melhor Jogador:

3.º Madjer (Portugal)
2.º Alan (Portugal)
1.º Taiarui (Taiti)

Melhor guarda-redes: Jonathan Torohia (Taiti)

Melhor Marcador:
3.º melhor: Noel Ott (Suíça)
2.º melhor: Madjer (Portuhal)

1.º melhor: Pedro Moran (Paraguai)

Fair-Play: Seleção do Brasil

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.