A Associação Desportiva do Fundão (ADF), da primeira divisão de futsal, anunciou esta sexta-feira a rescisão do contrato com o treinador, José Adil Amarante, que em julho último substituiu Bruno Travassos no comando da equipa.

Rui Quelhas, presidente do clube fundanense, explica que na origem da saída do técnico brasileiro está o incumprimento dos objetivos estabelecidos no início da temporada.

"Os resultados estão longe dos objectivos que nós traçámos no início da época. Nós queremos estar perto dos quatro primeiros lugares, queremos estar nas decisões, como nos anos anteriores, e nesta altura os resultados não são condizentes com o nosso historial", disse hoje Rui Quelhas à agência Lusa.

Na próxima ronda, sábado, frente ao Futsal Azeméis, a equipa, atualmente no sétimo lugar do campeonato nacional, será orientada pelo adjunto, João Nuno Ribeiro, que tal como Jota vai permanecer na equipa técnica.

O próximo treinador é apresentado na segunda-feira.

"Nós temos o perfil traçado e há três nomes em cima da mesa. Vamos trabalhar nisso durante o fim de semana e o treino de segunda-feira já será com o novo treinador", indicou o presidente da Desportiva do Fundão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.