Pedro Dias afirmou que o futsal é cada vez mais composto por jogadores jovens. Em entrevista ao jornal Record, o diretor da Federação Portuguesa de Futebol com pelouro do futsal revelou que já conseguiu cumprir um dos objetivos de 2011: mudar a faixa etária da modalidade.

“Conseguimos inverter a pirâmide, pois em 1997 tínhamos 65% de atletas seniores e, agora, há mais jovens a praticar futsal. E esses indicadores ajudam a encararmos futuro com confiança. Temos de criar uma oferta interessante, pois há um grande potencial de recrutamento”, disse Pedro Dias.

Assim, o presidente da Federação Portuguesa quer tornar o futsal a modalidade de pavilhão mais praticada em Portugal. Para tal, Pedro Dias pretende complementar a divulgação da modalidade nos sistemas educativos com uma maior habilitação por parte de professores de educação física para que os jovens tenham mais contacto com a modalidade.

Este ano, a Federação Portuguesa de Futebol registou um aumento de 5% nos atletas de futsal federados face ao ano passado. Para o dirigente, é um bom indício de que, no futuro, o futsal possa estar mais forte e a seleção portuguesa garantida. Contudo, Pedro Dias admite que os clubes portugueses ajudam na divulgação.

“É claro que o 3º lugar na Guatemala [2000] é um feito excecional, mas daí para a frente temos marcado presença nas fases finais das grandes competições. Além do mais, o Benfica sagrou-se campeão europeu de clubes [2010] e o Sporting tem participado com regularidade na UEFA Futsal Cup”.

Sobre a possibilidade de existir uma equipa de futsal do FC Porto, Pedro Dias garante que seria uma boa aposta dos azuis e brancos que ajudaria o futsal português.
“Há elementos para a marca FC Porto sentir-se atraída a aderir ao futsal. Pode ser que vejam nesta modalidade uma oportunidade. É inquestionável que a sua entrada seria importante”, frisou Pedro Dias.

A época de futsal 2014/15 começa no próximo sábado (dia 6 de setembro) com o jogo da Supertaça entre Sporting e Fundão. À cabeça a temporada começa com a certeza de que vai deixar de existir a terceira divisão do futsal português.

A Federação decidiu extinguir o terceiro escalão e juntar as equipas à segunda divisão. Assim, o segundo escalão de futsal passa a contar com 60 equipas, muitas mais do que as 28 de antes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.