"Não há palavras para descrever aquilo que eu sinto hoje. Queria agradecer à Federação pelo gesto simbólico que teve ao oferecer a camisola das 200 internacionalizações." Foi desta forma que Arnaldo comentou esta noite o feito de atingir os 200 jogos pela seleção nacional de futsal, após o empate de Portugal com a Eslováquia (3-3), no jogo de preparação para o Europeu.

O veterano internacional luso assumiu que atingir esta marca estava para além do que imaginava. "Ao longo destes anos todos nunca pensei chegar a essa marca, acho que ninguém pensa. Os anos foram passando e consegui. E hoje estou aqui muito feliz por isso. O que marcou mais foi a primeira internacionalização, que eu acho que para qualquer jogador é maravilhoso. Esta marca de hoje também vai ficar presente, é óbvio, agora queria que ficasse presente o Europeu que vem aí. Isso é que eu queria que ficasse presente. Queria sair daqui com um caneco, que era isso que era importante para mim: levantar um Europeu ou um Mundial", acrescentou.

Por fim, Arnaldo pediu aos adeptos para se manterem ao lado da seleção. "Que nos continuem a apoiar, porque vamos dar tudo em campo", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.