O FC Barcelona sucedeu hoje ao Sporting como campeão da Europa de futsal, após vencer o ElPozo Murcia, por 2-1, num jogo em que se superiorizou sobretudo pela organização defensiva.

A jogar em casa, no Palau Blaugrana, onde se disputou a ‘final four’, em detrimento de Minsk, o FC Barcelona conseguiu o seu terceiro título, depois de 2012 e 2014, enquanto o Múrcia perdeu a segunda final, depois de 2008 contra os russos do Ekateringburgo, na altura no desempate por grandes penalidades.

Os catalães adiantaram-se no marcador aos quatro minutos, com Dyego, na zona central, a rematar de primeira e sem deixar cair, com a bola a desviar em colega e trair o guarda-redes.

Os murcianos dispuseram de duas oportunidades soberanas para, pelo menos, empatar, contudo Rafa, depois de tirar todos do caminho, incluído o guarda-redes, atirou à quina do poste com a trave, e depois foi Dario Gil, encostado ao segundo poste, a não acertar na bola para a emenda que parecia fácil.

É assim que, contra a corrente do jogo, Aicardo, aos nove, rematou de meia distância, com a bola saída do seu pé esquerdo a desviar num contrário, ampliando para o 2-0.

Paradoxalmente, o técnico do Barcelona parecia insatisfeito, enquanto o seu homólogo do Múrcia dizia aos seus pupilos para manterem a sua atitude e tática em campo.

De pressão alta nasce, aos 25 minutos, já na etapa complementar, o golo que relançou a discussão do resultado, em lance finalizado por Leo Santana.

Com o Barcelona a jogar mais na expectativa, a tentar controlar, ainda assim as oportunidades foram-se alternando pelas balizas, contudo o resultado não se alterou, embora os murcianos tudo tenham feito para, pelo menos, levar a discussão para os penáltis.

No jogo de atribuição do terceiro lugar, entre adversários russos, o KPRF Moscovo venceu o Tyumen no desempate por penáltis, por 3-1, depois da igualdade 2-2 no fim do tempo regulamentar.

Este foi o 10.º título para o futsal espanhol, num palmarés seguido da Rússia com três, Portugal e Cazaquistão com dois, Bélgica e Itália com um.

O Sporting, na época passada, em 2019, e o Benfica, em 2010, levantaram o troféu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.