Os jogos entre Benfica e Belenenses dos últimos anos foram pródigos em emoção e incerteza no resultado. O primeiro jogo desta temporada entre estas duas formações ficou marcado por um resultado tangencial a favor dos encarnados (2-1), mas esteve longe da qualidade dos duelos de épocas anteriores.
A primeira parte pautou-se pelo equilíbrio com o Belenenses a dar uma boa réplica e a mostrar que a sua posição na tabela não condiz com a sua qualidade. Porém no segundo tempo o Benfica dominou, embora tenha pecado em demasia no capitulo da finalização, enquanto ao Belenenses faltou pulmão e objetividade.
A equipa de Alípio Matos adiantou-se no marcador aos oito minutos do encontro. Diece desarmou um adversário à entrada da área, mas a bola sobrou para Tiago que marcou o primeiro golo do jogo.

O treinador, Paulo Fernandes, não estava a gostar da forma como a sua formação se apresentava em campo e recorreu a um desconto de tempo. Curiosamente foi depois deste momento de reflexão que os encarnados chegaram ao empate. Diego Sol (12’) encontrou espaço à entrada da área para rematar forte e cruzado, empatando o encontro.

Na segunda metade apenas se registou um golo e que aconteceu de forma natural para o Benfica. 

Arnaldo recuperou a bola e iniciou uma transição rápida que foi concluída à “boca” da baliza por Marinho (25’).

Este resultado coloca os encarnados na liderança isolada, o Sporting só joga este domingo, com 19 pontos. Já o Belenenses está no penúltimo posto com três pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.